portal arraial do cabo
Brasil,Rio de Janeiro

O que fazer em Arraial do Cabo

Arraial do Cabo é conhecida como “Caribe Brasileiro” e também como a “Capital do Mergulho“, porque possui águas cristalinas em vários tons azul turquesa, sendo o mar a grande atração da cidade.

Fazendo parte da Região dos Lagos do Rio de Janeiro juntamente com Búzios e Cabo Frio que também são regiões lindas para conhecer, porém as melhores praias ficam em Arraial.

As praias de Arraial do Cabo estão entre as 5 melhores do Brasil pela lista do Travellers’ Choice do TripAdvisor sendo elas Pontal do Atalaia, a Praia do Farol e a Praia do Forno perdendo para a Baía do Sancho, em Fernando de Noronha.

Mesmo as águas das regiões sendo frias vale a pena arriscar entrar pela sua transparência e mesmo em dias nublados a água do mar acaba sendo impecável.

São 8 praias principais: praia do Farol, Praia do Pontal do Atalaia, Praia do Forno, Prainha, Praia Grande, Praia Brava, Praia do Pontal e Praia dos Anjos.

Como Chegar em Arraial do Cabo

A Região dos Lagos, fica no litoral norte do Estado do Rio de Janeiro.

Ônibus

Tanto pelo Rio de Janeiro com várias saídas diárias como por São Paulo, que possui três horários de saída pela Estação do Tiete. Quem faz o transporte é a Viação 1001. Então, verifiquem horários de passagem.

Lembrando que do Aeroporto do Galeão, o ônibus sai em diversos horários. Para quem chega no Santos Dumont, é preciso ir até a Rodoviária Novo Rio.

Avião

Existem duas opções de voo com a Gol indo de Guarulhos direto para o aeroporto de Cabo Frio que atualmente está com 3 frequências semanais (quarta/sábado/domingo).

Ou voo São Paulo para o Rio de Janeiro e de lá ir de ônibus ou alugar um carro, e escolhemos fazer a segunda opção.

Carro

Saindo do Rio de Janeiro: Após chegar no Aeroporto Internacional do Galeão, ou Santos Dumont. Estando na cidade do Rio de Janeiro é preciso seguir pela BR 101, conhecida como Avenida Brasil na cidade. Em seguida, pegar a Ponte Rio Niterói e depois pela RJ 124, a Via Lagos até seu destino. Há dois pedágios: um na Ponte Rio-Niterói e outro no km 22 da Via Lagos. 

Saindo de São Paulo: pegar a BR-116 e, em seguida, a Via Lagos (RJ-124). O trajeto possui 575 km, com mais oi menos 8h de duração. É possível também fazer o caminho pela BR-381, seguido da BR-116 e Via Lagos, só que este dura cerca de 11h e possui 717 km. 

Quando ir para Arraial do Cabo

No verão de dezembro a fevereiro, é a alta temporada e a região dos lagos é um dos destinos mais procurados do Brasil, então nesse período é comum encontrar praias muito cheias e preços altos.

Os feriados e fins de semana, as praias são muito cheias até pela procura pela cidade do RJ, e tem o mesmo problemas dos preços inflacionados e praias cheias do verão.

No inverno, pode acontecer de não ter chuva, e a água do mar fica menos fria que o normal, isso mesmo que você leu as águas são menos frias porque lá não importa a época a água é sempre gelada e o fator que faz isso acontecer no inverno é a ressurgência, então as águas ficam menos geladas no inverno e mais frias no verão.

Onde ficar em Arraial do Cabo

Ficamos na Pousada da Prainha os quartos são bons e amplos, com problema no ar condicionado por barulho, e um bom banheiro e chuveiro quente e uma boa piscina.

O café da manhã é bom, porém eles não seguem as normas de segurança para COVID-19. Os hóspedes não utilizam máscara e os funcionário não cobram o uso.

No local também há um playground para crianças na entrada do hotel.

Até é um lugar bom para ficar se não for um dia com muito calor, porque acho difícil dormir com o barulho.

Pousada da Prainha, em Arraial do Cabo.

O que fazer em Arraial do Cabo

Obviamente, conhecer as praias é a resposta mais simples e, se você só fizer isso, a viagem já será maravilhosa. Acho que a segunda opção fica o passeio de barco que tem duração de três ou quatro horas. É uma ótima escolha já que a praia do Farol só é acessada por lá, mas vamos descrever melhor os dois a seguir.

Passeio de barco em Arraial do Cabo

Fizemos o passeio com a Arraial Vip (instagram). O roteiro inclui, além paradas na Praia do Farol por 40 minutos, passando pela Gruta Azul, a fenda Nossa Senhora da Assunção, pedra do macaco, buraco do meteorito, parada uma hora na Praia do Pontal do Atalaia, nessa é interessante caminhar até a Gruta do Amor e a parada final para mergulho por 20 minutos nas águas da Praia do Forno, mas não desce na praia.

Os barcos, no geral, partem da Praia dos Anjos e o passeio tem custo médio de R$100,00 por pessoa mais R$10,00 para embarque que é pago no local. Há barcos para todos os gostos, sem ou com musica, variam no número de pessoas e alguns possuem até tobogã.

Achamos que vale a pena fazer o passeio de barco principalmente para conhecer a Praia do Farol essa de proteção pela Marinha do Brasil , a praia tem acesso limitado. Para ir até lá, é preciso pegar um dos passeios autorizados e apenas 250 visitantes podem permanecer na praia a cada 45 minutos.

 

embarcação arraial vip
Embarcação arraial vip

Praia do Farol

A Praia do Farol fica em uma ilha e por isso o acesso é por barco com autorização e ficou conhecida por ter sido classificada pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) como uma das mais perfeitas praias do país, seguindo critérios de pureza da água, qualidade da areia e paisagem.

A área da praia é protegida por questões ambientais, mas também porque há registros históricos da cidade de Arraial do Cabo relatam que, na carta náutica de Américo Vespúcio, há menção à árvore que marca o centro da praia e o Sitio Arqueológico Sambaqui nas dunas da praia mais para o interior da ilha onde se encontram sepultados os mortos e depositados instrumentos utilizados pelos povos primitivos brasileiros.

Achamos uma das praias mais bonitas e realmente é deserta. Não existe nenhum ponto de venda no local, somente uma construção de madeira onde a marinha controla os visitantes. Só uma pequena área é autorizada tanto para andar quanto para nadar já que o resto da região está cercada.

Na ilha ainda existem dois faróis sendo um antigo do ano de 1836 que está em desuso e está no ponto mais alto da ilha. Mesmo de longe, é possível ver suas ruínas. Há também o Farol de Cabo Frio que foi inaugurado em 1861 e está localizado no costão de pedra chamado de “Focinho do Cabo” e possui alcance de 90 km. Não é possível visitá-lo e infelizmente, não conseguimos visualização nem de longe, durante o passeio de barco.

Praia do Farol arraial do cabo
Praia do Farol

Gruta Azul, Fenda Nossa Senhora Assunção e Pedra do Macaco

Ao sair da Praia do Farol a primeira parada para visualização é a Fenda de Nossa Senhora da Assunção, é uma fenda rochosa com aproximadamente 5 metros de largura e 40 metros de altura.

A história conta que um pescador encontrou a santa na fenda, ano de 1721. Levaram a imagem, em procissão solene até a igreja Nossa Senhora da Assunção em Cabo Frio, pois naquela época Arraial do Cabo pertencia a Cabo Frio. Hoje, no local, está uma replica, mas foi levada para restauro, então está agora sem imagem.

 Na embarcação, durante o passeio, contam que o casal que trocar um beijo diante da fenda, nunca mais se separa.

Fenda de Nossa Senhora da Assunção
Fenda de Nossa Senhora da Assunção

A gruta azul é visualizada por fora ou seja os barcos não entram na gruta. A mesma recebe esse nome porque suas paredes ficam em tom de azul refletindo a água, porem esse fenômeno só ocorre períodos muito específicos do ano, no nascer do sol, portanto ao fazer o passeio de barco não é possível ver o fenômeno.

Gruta azul arraial do cabo
Gruta Azul

Outra atração é a Cratera do Meteorito, que recebeu esse nome em razão da crença de que um asteroide causou o buraco. Mas dizem as lendas que serviu de casa de temporada para Osama Bin Laden nas suas fugas dos Americanos.

Cratera do Meteorito arraial do cabo
Cratera do Meteorito

A Pedra do Macaco ao olhar você verá um macaco de perfil é impressionante a perfeição da imagem e impossível não tirar foto.

Pedra do Macaco arraial do cabo
Pedra do Macaco

Prainhas Pontal do Atalaia

É possível acessar as Prainhas Pontal do Atalaia de duas maneiras: de barco ou pela escadaria, que funciona como um mirante e a vista é linda! As Prainhas ficam localizadas no Morro do Pontal do Atalaia e têm esse nome por serem compostas de duas praias, mas com a maré está está baixa, elas se unem na mesma faixa de areia e formam apenas uma praia. 

Para chegar na escada pode ser feita de três maneiras: de taxi (que é a mais fácil), com seu carro e parar no condomínio (mas essa opção é quase impossível por só ter 180 vagas) e a pé, porém o caminho tem quase 6 km e é bem tortuoso e perigoso pelos carros que estão transitando no local, já que a via é estreita e sinuosa.

escadaria Prainhas Pontal do Atalaia
Escadaria para Prainhas Pontal do Atalaia

Como chegar até a Praia do Pontal do Atalaia

Não indicamos pegar UBER, porque esse não vai até o local. Somente táxis tem autorização e os motoristas cobram R$15,00 por pessoa somente a ida. Pela volta, cobram o mesmo valor.

Nossa experiência foi ir com nosso carro até o local e paramos na rua, mas existem vários estacionamentos em torno do local e depois pegamos o taxi para chegar até a escada. O caminho também tem vários pontos lindos para tirar foto, porém o taxi não para.

Tiramos várias fotos, mas na hora que chegamos na praia essa estava lotada e nos pediram R$50,00 para conseguir cadeira e guarda-sol para sentar. Mas nós fomos em um feriado e, em dias úteis e sem ser uma data especial, acho que deve ser agradável. Devido a quantidade de pessoas, preferimos ir embora.

Se for de barco, na hora de descer da embarcação desce na praia que não dá acesso até a escada a maré já fica alta aí fica perigoso atravessar. Mas do lado esquerdo da praia (de quem olha para o mar) há uma pequena gruta, a Gruta do Amor, onde é lindo tirar fotos principalmente de dentro dela e como a praia é cheia de lenda a gruta também possui o poder de tornar o amor eterno para o casal que vai até ela. Cuidado porque a mesma só pode ser acessada na maré baixa.

gruta do amor arraial do cabo
Gruta do amor

Cuidado em não confundir as Prainhas do Pontal do Atalaia com a Prainha ou a Praia do Pontal, que fica na mesma faixa de areia da Praia do Forte, em Cabo Frio.

Mas independente da forma que você for até a praia todas valem a pena e indicamos como um lugar obrigatório e até fazer os dois passeios!

Prainhas Pontal do Atalaia
Prainhas Pontal do Atalaia

Praia do Forno

As duas praias citadas anteriormente são lindas mas a Praia do Forno eu achei a melhor de todas. Ela somente é acessada por uma trilha de 500 metros e por mais que tenha subida é um trilha muito fácil e leve, demorando em média uns 20 minutos.

Por quase toda a trilha tem um mirante para a praia e todos são lindos sendo difícil escolher um só! A praia também é curta e possui uns 600 metros de faixa de areia com vendinhas de comida para passar o dia.

Você irá ler alguns relatos sobre acessar de barco a praia, mas hoje em dia isso não é mais possível. As embarcações param na Praia do Forno por 20 minutos para os passageiros realizarem um mergulho e nadar próximo ao barco.

Por lá, é possível praticar snorkeling para avistar tartarugas e peixes, mas tem que tomar cuidado com as águas geladas no local. 

praia do forno arraial do cabo
Praia do Forno

Praia dos Anjos

Da praia dos Anjos que saem os navios de pesca que voltam carregados de peixes para o mercado e os tours para visitar a Praia do Farol. A praia, apesar de não ser a mais indicada para banho, certamente está entre as mais importantes e movimentadas da região.

Também é uma das mais movimentadas com lojas para comprar souvenires e restaurantes e por causa do porto uma grande quantidade de pessoas indo e vindo no local.

praia dos anjos arraial do cabo
Praia dos Anjos

Historicamente também é uma para importante, porque foi onde Américo Vespúcio aportou em 1503 para iniciar à colonização da região. No local, foi erguida a Igreja Nossa Senhora dos Remédios, onde aconteceu a primeira missa fechada do Brasil e pode ser visualizada perto do porto estando em ótimo estado de conservação. 

Igreja Nossa Senhora dos Remédios
Igreja Nossa Senhora dos Remédios

Prainha

Uma das mais frequentadas e centrais da região, Prainha é urbanizada, tem quiosques e águas mansas. Também é um bom local para se hospedar. A praia estás sendo revitalizada e estão construindo um mirante na região.

Do lado direito de quem olha para a praia tem uma trilha que leva até a Praia do Pontal e entre as duas tem uma trilha que dá para subir até as antenas. Mas os moradores da região falaram que é perigoso ir sozinho e acabei não fazendo a trilha somente indo até a Praia do Pontal.

Ficamos hospedados nessa praia e gostamos da região.

prainha arraial do cabo
Prainha

Praia do Pontal

O acesso à Praia do Pontal é por uma pista de terra batida, logo depois do pórtico de entrada da cidade, tem estacionamento próximo a praia para parar o carro, valendo a pena ir conhecer porque a praia é bem vazia.

É a primeira praia de Arraial do Cabo sendo continuação da faixa de areia da Praia do Forte, Dunas e Foguete (Cabo Frio). A praia tem uma faixa de areia branca a perder de vista e o mar é azul, limpo e gelado.

A praia possui pouca estrutura, mas há alguns barracões de pescadores onde é possível comprar bebidas, gelo e comidas básicas.

Possui uma trilha visível pela praia para um mirante de fácil acesso, mesmo com a subida, porém bem escorregadio. Fiz a trilha e a vista da imensidão da praia é linda.

praia do pontal arraial do cabo
Praia do Pontal

Praia Grande

A Praia Grande recebe esse nome por realmente ser grande. Ela tem cerca de 40 quilômetros de faixa de areia que se iniciam em Arraial do Cabo e se estendem até Saquarema.

Possui localização central e uma estrutura completa com lojas e restaurante é por isso acaba sendo umas das praias mais populares da região.

E tem dois atrativos nessa que são a “Janela do Céu“, acessível por uma espécie de trilha, que, subindo pela encosta, contorna a ponta esquerda da praia que tem uma linda vista da região e tem o melhor por do sol da região, já que por mais que a praia esteja na região central, suas águas continuam com o mesmo azul turquesa.

Pelo tempo estar nublado não conseguimos ter uma boa visibilidade do por do sol e nem da janela, mas pelas fotos são pontos imperdíveis.

por do sol na praia grande
Por do sol na Praia Grande

Mergulho em Arraial do Cabo

Suas águas transparentes facilitam a prática de mergulho mais a imensa quantidade de alimento que atrai a farta vida marinha para Arraial do Cabo. A variedade de peixes torna Arraial do Cabo um destino de altíssima qualidade para a prática do mergulho, seja de snorkeling, ou de profundidade. 

Infelizmente, tive um barotrauma de face mergulhando e não posso mais realizar esse tipo de esporte, mas fica a dica para quem gosta!

Onde comer em Arraial do Cabo

Arraial do Cabo, infelizmente, não possui muitas opções de restaurantes e nem opções muito boas. Se quiser uma melhor gastronomia, é melhor ir até Cabo Frio ou mesmo Búzios, mas provamos dois restaurantes.

Sol na Cozinha

O Sol na Cozinha (instagram) local é difícil de estacionar, mas possui a melhor culinária da região com dois cardápios diferentes, o Menu Mares que funciona no almoço e o Menu Sol na cozinha para jantar. Acabamos almoçando no local, mas achamos melhor você ir no jantar, porque o segundo menu tem muito mais opções.

Pedimos de entrada o Arancini de Shitake Trufado (R$28,00) que estava ok. De prato principal, escolhemos um Poke Mares (R$42,00) que é de atum, que estava gostoso e um Strognoff Oriental (R$59,00) que vinha camarão e o molho estava gostoso.

De sobremesa Sonho de Tapioca (R$26,00) que é um mini sonho de tapioca, doce de leite e sorvete de coco da casa, estava bom também.

O ambiente é pequeno, mas aconchegante, mas o atendimento é bem lento então tem que ir com muita paciência!

Restaurante Sol na Cozinha, em Arraial do Cabo.

Casa da Piedra

Casa da Piedra (instagram) foi construída em 1506, pelos portugueses e é considerada uma das primeiras feitorias do Brasil. Mesmo com tanta história, indicamos você nem entrar nesse.

O restaurante, sinceramente, tem tudo errado: péssimo atendimento, os pratos demoraram mais de uma hora e vieram péssimos.

Prato principal pedimos o Polvo com risoto (R$92,00) onde o risoto estava extremamente duro e salgado. Eu pedi um Peixe com Molho de Camarão (R$79,00) onde o peixe estava com um gosto péssimo e camarão seco.

Os preços das sobremesas são exorbitantes. Por exemplo, um Grand Gatêau (R$55,00), um Grand Banof o mesmo valor.

Então, infelizmente, não temos uma ótima indicação na região. Mas achamos o Sol na Cozinha achamos que vale a pena voltar para provar o jantar, que tem opções mais variadas.

Restaurante Casa da Piedra, em Arraial do Cabo.

Leia mais sobre Maragogi, outro Caribe Brasileiro e Cabo Frio.

Você também pode gostar...

2 comentários

  1. […] mais sobre a nossa viagem em Arraial do Cabo e […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.